Imagens de ruas próximas ao bar, no bairro Coophavila, em , mostram o momento em que Eraldo Lopes da Silva, de 42 anos, briga com o suspeito de ter cometido o assassinato, na madrugada desta quarta-feira (11). 

Pelas imagens é possível ver Eraldo, que está de camiseta cor de rosa, brigando com outro homem, de branco, e que seria o autor das facadas na vítima. Percebe-se uma confusão generalizada e uma mulher de preto, que seria o pivô da confusão. 

O Jornal Midiamax conversou com uma das irmãs de Eraldo, Bruna Lopes da Silva, que disse que a mulher do vídeo seria a atual esposa de Eraldo, e não ex-companheira, como foi registrado o boletim de ocorrência. Ainda segundo Bruna, uma amiga teria presenciado a briga e avisado ela. 

Ela ainda revelou que o casal brigava demais, mas que Eraldo nunca teria agredido a mulher. Bruna falou que o irmão estava no bar quando a mulher chegou o agredindo, e assim, começou a confusão que acabou em assassinato. A outra irmã da vítima, Cláudia Lopes da Silva, de 36 anos, disse que espera por Justiça. “Que Justiça seja feita. Eraldo era muito bom, trabalhador, a mulher que batia nele”, disse Cláudia. 

Ainda segundo as irmãs, Eraldo era muito apaixonado e tinha, inclusive, montado um negócio de venda de frango assado para a mulher. Segundo elas, a família não aprovava o relacionamento. O casal estava junto há pelo menos 2 anos e tinha uma bebê. Eraldo também tinha outros dois filhos de um casamento anterior de 6 e 12 anos. 

O assassinato

O assassinato aconteceu por volta das 2 horas da madrugada quando, segundo informações, Eraldo estava em um bar chamado João e Maria, onde estava a sua ex-mulher acompanhada de um homem. A vítima começou a discutir com a mulher por ciúmes e acabou agredindo ela. 

Pessoas entraram para separar a discussão e tornou-se uma briga generalizada no bar. Em seguida, Eraldo saiu correndo e no trajeto até a Rua dos Recifes acabou sendo esfaqueado no tórax. De acordo com informações, o autor seria morador do bairro Jardim Centenário.

Os policiais foram até a casa do suspeito, mas a residência estava vazia, e apenas um veículo Fiat Uno, com a chave no contato, e uma faca no banco dianteiro foram apreendidos. 

Saiba Mais