Um homem foi preso por injúria, desacato e gesto obsceno durante a noite desta terça-feira (24) no Terminal Bandeirantes, em . Consta no registro policial que a GCM (Guarda Civil Metropolitana) foi acionada por um funcionário do Consórcio Guaicurus.

O funcionário disse que estava na plataforma trabalhando, quando foi informado que um usuário do terminal urinou ao solo, na frente de outros passageiros. Ele então foi até o homem e perguntou por qual motivo ele urinou no local, sendo que o terminal possui dois banheiros públicos.

O autor então teria dito que não conseguia chegar até o banheiro pelo fato de ser deficiente. Segundo o funcionário, diante do reforço em informar para utilizar o banheiro, o autor passou a dizer: “Você é um preto, negão e tenho nojo de preto, vem na porrada comigo?!”

Diante das ofensas, a vítima da injúria procurou o GCM que estava no local, porém, segundo consta no boletim de ocorrência, não houve conversa amigável, já que o autor estava alterado, aparentando estar embriagado.

Com a chegada da guarnição, muito alterado, ele repetiu as ofensas ao funcionário perante a guarnição: “é negão mesmo, você é preto mesmo e não vou te chamar de branco porque você é negão mesmo”. Posteriormente começou a xingar a guarnição: “vocês seus guardas de bosta vão tudo se f…., eu não fiz nada de errado, sou um deficiente físico e nada acontece comigo”. Ele então foi preso em flagrante por desacato, gesto obsceno e injuriar alguém, ofendendo-lhe a dignidade ou o decoro, em razão de raça, cor, etnia ou procedência nacional.