Tiago da Silva Santos, de 36 anos, foi assassinado com golpes de faca no pescoço e atrás da cabeça pelo próprio colega após negar emprestar dinheiro na noite de quinta-feira (19) em Aparecida do Taboado, cidade a 321 km de Campo Grande. 

O crime aconteceu no cruzamento das Ruas Campo dos Palmares e Galeão, no bairro Jardim Aeroporto. O caso, registrado como homicídio qualificado por motivo fútil, iniciou com uma discussão. 

Testemunhas contaram que o autor e a vítima moravam com outros homens em uma espécie de república e que também trabalhavam juntos. À polícia, vizinhos contaram que eles eram de outra cidade e que haviam se mudado em busca de emprego. 

Por volta das 23h20, a dupla ingeria bebida alcoólica na frente do imóvel quando o autor teria pedido uma quantia em dinheiro emprestado, mas a vítima negou. Uma briga então foi iniciada e testemunhas tiveram que apartar. 

Quando acharam que estava resolvido, o autor entrou na residência, foi até a cozinha, pegou uma faca e desferiu um golpe no pescoço da vítima e outro atrás da cabeça. A vítima chegou a caminhar por 50 metros até cair. 

O autor deixou a faca na residência e fugiu. Ele não foi localizado.