O DRACCO (Departamento de Repressão à e ao Crime Organizado) cumpriu mandado de contra do estado do Mato Grosso, nesta sexta-feira (10), em Campo Grande.
O homem de 30 anos, foi condenado a 15 anos de reclusão por homicídio qualificado por motivo torpe e recurso que dificultou a defesa da vítima.

De acordo com a polícia, segundo consta, no dia 13 de janeiro de 2012, por volta das 05h30min, na rua H, Jardim Paulista, Rondonópolis (MT), ele matou um homem identificado pelas iniciais como B. R. C., efetuando três disparos de arma de fogo que o atingiram e causaram sua morte.

Conforme o Ministério Público, o crime ocorreu pelo fato de vítima e acusado serem pessoas envolvidas com tráfico de drogas. Ainda segundo a polícia, dias antes dos fatos, o autor havia se desentendido com o irmão do réu, que também seria usuário de drogas, e o teria ameaçado de morte.

Assim, o foragido, ao tomar conhecimento de tal desavença, resolveu “fazer justiça com as próprias mãos” e aproveitando-se que o falecido estraria caminhando em via pública acompanhado do sua esposa, o surpreendeu com os disparos, que atingiram por trás e na cabeça O criminoso não reagiu a abordagem dos policiais e após as providências de praxe foi encaminhado a estabelecimento penal desta Cidade.

Saiba Mais