Aparecido Donizete Martins, de 53 anos, morto a na noite desta quarta-feira (25) na conveniência de sua propriedade do Bairro Santo Eugênio já foi preso por causa de um homicídio ocorrido em 2014, no mesmo bairro.

Aparecido e seu filho, Naique Maytheus Sotareli Martins, de 28 anos, foram executados no momento em que estavam sentados em frente à conveniência. Em relação ao crime ocorrido em 2014, Aparecido e outros dois homens foram presos pelo assassinato de Davi Andrade, de 52 anos, o Paulista.

Execução na noite desta quarta

Aparecido Donizete Martins, de 63 anos, e o filho dele, Naique Maytheus Sotareli Martins, de 28 anos, foram executados com disparos de de fogo. O crime aconteceu por volta das 18 horas desta quarta-feira (25), em uma conveniência na Vila Santo Eugênio, em .

Informações iniciais apuradas pelo Jornal Midiamax indicam que as vítimas foram mortas por uma dupla que estava em uma moto. Os suspeitos se aproximaram e atiram contra os dois.

Segundo moradores da região, Aparecido é apontado como dono de uma arma utilizada em um assassinato ocorrido no mesmo bairro, anos atrás. Na ocasião, ele teria sido preso e condenado a cinco anos. A reportagem está no local, no entanto, até o momento, não há mais informações sobre o caso.

Equipes da Polícia Militar, e Guarda Civil Metropolitana e a Perícia Técnica da Polícia Civil estão no local.