O de mestrado Danilo Cezar de Jesus Santos, de 29 anos, que estava desaparecido desde o fim de semana após sair com amigos, foi assassinado com um ‘mata-leão’, segundo informações da polícia. O corpo dele foi encontrado na manhã desta quarta-feira (8), na Rua Allan Kardec, atrás da antiga rodoviária da cidade.

Danilo era aluno do programa de Mestrado em Antropologia da (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

Ainda segundo informações, Danilo foi assassinado ainda no domingo (5). Nenhum objeto foi encontrado no local do crime. De acordo com o delegado José Roberto da DEH (Delegacia Especializada de Homicídios), a investigação ainda deve apurar se o crime foi de latrocínio ou de homicídio. 

Um homem conhecido como ‘Maranhão’, de 27 anos, acabou preso confessando o crime. Inicialmente ele foi autuado por ocultação de cadáver, mas segundo o delegado ele ainda será autuado pelo crime de homicídio. O homem será ouvido na delegacia. 

Segundo informações, após o do estudante, os policiais de posse de câmeras de segurança refizeram o trajeto de Danilo que é visto na companhia de outra pessoa.

Segundo o delegado José Roberto, em dado momento das imagens é possível ver que Danilo não está mais na companhia do outro homem do vídeo. Entre a distância da boate onde estava Danilo até o local onde o corpo foi encontrado seria de pouco mais de 1 quilômetro, o que dá aproximadamente 16 minutos entre um local e o outro.

Um boletim de ocorrência pelo desaparecimento de Danilo chegou a ser registrado pela família do estudante, que passou a procurá-lo. Imagens de segurança mostravam o estudante saindo de uma boate na Avenida Calógeras na companhia de um rapaz.

Saiba Mais