Bebê de apenas dois meses foi morto pela mãe, 24 anos, em uma cidade de Mato Grosso do Sul, no final da tarde deste domingo (1º).

De acordo com a Polícia Militar, em entrevista à um portal de notícias do município, a mulher agrediu o bebê durante surto psicótico.

Conforme o policial, uma equipe da PM foi acionada pela atendente da Santa Casa daquela cidade depois que a criança deu entrada com risco de morte aparente.

O bebê foi deixado no local pelo tio, que afirmou à funcionária que a mãe da criança era a autora das agressões. O homem foi embora dizendo que buscaria os documentos do bebê e voltaria mais tarde.

Enquanto a médica plantonista ainda realizava manobras de ressuscitação, os policiais conseguiram o endereço da família. No local encontraram um homem de 28 anos que afirmou ser o pai da criança.

Ele relatou que a mulher teve um surto psicótico e saiu correndo pela rua com o filho no colo, mas que deixou o bebê cair acidentalmente. A jovem estava dentro da casa desacordada, então foi levada para o hospital.

Segundo a médica que realizou o atendimento, a mulher estava bem e fingindo um desmaio. Ela foi acordada, informada que o bebê havia morrido e presa em flagrante pelo homicídio.

Ao saber da morte do filho, o pai da criança, já na delegacia, chorou muito e confessou que a esposa agrediu o bebê durante o surto. A mulher também confessou o crime.

Ana Oshiro