Foi identificado como Everton Silva dos Santos, de 33 anos, o detento morto logo ao sair do Presídio de Regime Semiaberto da Gameleira nesta sexta-feira (13). Ele foi perseguido pelos atiradores e morto em uma vala, nas margens da BR-060.

De acordo com a Polícia Civil, o ônibus faz transporte de presos da Gameleira até o local de trabalho deles, no Parque dos Poderes. Assim, nesta sexta o motorista embarcou os detentos.

Quando o veículo saiu do presídio, os suspeitos pararam na frente do ônibus em uma Biz vermelha. Então, o garupa apontou uma arma para o motorista, ordenando que ele parasse o veículo.

A vítima obedeceu e os suspeitos entraram dentro do ônibus, quando alguns passageiros desceram correndo. Então, o ônibus andou por mais aproximadamente um quilômetro e o motorista ligou para a Polícia Militar.

Foto: Henrique Arakaki/Midiamax

Ainda segundo testemunhas, Everton estava no segundo dia de Semiaberto. Ele tentou correr e cruzou a rodovia, mas foi executado pelos suspeitos a tiros, em uma vala.

Ao todo, foram encontradas três cápsulas e identificadas quatro perfurações na vítima, nos braços e costas. Com isso, Polícia Civil e Perícia também foram acionadas e imagens das câmeras do ônibus baixadas para identificação dos autores.

O caso foi registrado como homicídio doloso, qualificado pela emboscada e se praticado em concurso de duas ou mais pessoas.

Everton já cumpriu pena outras vezes por roubo, crime pelo qual cumpria pena atualmente, e em 2012 esteve envolvido em uma tentativa de fuga da Gameleira. Porém, ficou preso no alambrado e sofreu ferimentos graves, sendo socorrido na época.