A dona de uma pousada de idosos em Campo Grande acabou presa nessa terça-feira (7), após a polícia descobrir que medicamentos do HRMS (Hospital Regional de Mato Grosso do Sul) estavam sendo desviados por uma assistente social. A dona da pousada foi autuada por receptação qualificada.

Representantes do Hospital Regional foram até a delegacia para fazer a denúncia de que a assistente social da unidade hospitalar estava desviando insumos e medicamentos para uma pousada de idosos. Caixas com os insumos desviados eram descartadas nas lixeiras da casa de repouso, segundo informações policiais. 

Segundo informações obtidas pela investigação, no domingo (5) e na segunda-feira (6), foram vendidos medicamentos pela assistente social na casa de repouso dos idosos. Quando os policiais chegaram à pousada, funcionários confirmaram que a assistente social trabalhava no local. 

Em um cômodo que estava trancado, os policiais encontraram várias caixas de insumos e medicamentos desviados do Hospital Regional, que tinham a inscrição “Venda destinada a órgãos públicos e hospitais”.

A dona da pousada para idosos alegou à polícia que os medicamentos eram doados pela assistente social e que não comprava os insumos. Os valores de medicamentos desviados ainda serão apurados. Segundo informações, a assistente social trabalhava há 1 ano e 6 meses na pousada de idosos. Ela passa por audiência de custódia nesta quarta-feira (8). 

O Jornal Midiamax entrou em contato com a SES (Secretara de Estado e Saúde) via email para informações do caso, mas até a publicação não obtivemos resposta. O jornal fica com espaço aberto para futuras manifestações.

Também entramos em contato com o Hospital Regional e não obtivemos resposta até o momento da publicação, ficando o espaço aberto para futuras manifestações.