O homem de 55 anos que foi preso por importunação sexual, nessa segunda-feira (13), já tinha registro de três boletins de ocorrência pelo crime de ato obsceno, sendo que o primeiro foi registrado em 2017, segundo informações da Polícia Civil. 

Foi pedida a preventiva do homem que na negou o crime. Segundo a delegada da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) que atendeu o caso, o homem estava ‘bem tranquilo e calmo’. 

Testemunhas contaram que o homem ainda estaria rondando várias escolas, o que será investigado pela DEPCA (Delegacia de Proteção à e ao Adolescente). 

Flagrado se masturbando em frente a escola

Segundo um dos pais, ele e a esposa tinham ido buscar o filho de 6 anos, por volta das 17h20, quando viram vários pais de alunos assustados e pedindo por ajuda e outras crianças gritando. Foi neste momento que parou e percebeu que havia um homem dentro de um carro se masturbando e chamando pelas crianças. 

Ele foi em direção ao carro, mas o homem conseguiu fugir e quase atropelou outras crianças que atravessavam a rua. O pai da criança seguiu o motorista que parou novamente o veículo próximo a outra escola na região embaixo de uma árvore e passou a se masturbar e chamar pelas crianças que saiam da unidade escolar.

O homem, então, foi até o carro do autor e quando tentou abordá-lo, o motorista fugiu. Uma viatura da polícia que passava pelo local foi parada pelo pai que contou o que havia ocorrido. Os policiais tentaram parar o autor, mas ele continuou fugindo por pelo menos quatro quadras, quando parou na contramão. 

Ele resistiu a descer do carro e quando saiu estava com o zíper da calça aberto e sem cinto. Ele contou que estava indo buscar ferramentas, mas ao se deparar com o congestionamento resolveu para e ver vídeos pornográficos em seu celular. Ele negou que estivesse chamando pelos alunos. O homem foi encaminhado para a delegacia e autuado por importunação sexual. 

Saiba Mais