Uma , de 12 anos, denunciou o padrasto na noite de sábado (4) após flagrar o homem espancando a sua em . A criança fez uma ligação para a Casa da Mulher Brasileira pedindo socorro.

(Divulgação/GCM)

No telefonema, a criança disse que o padrasto estava agredindo a mãe e que ela estava muito machucada.

Diante da informação, a equipe da Gerência da Patrulha da Maria da Penha da GCM (Guarda Civil Metropolitana) foi até a residência e constataram o fato.

A mulher foi encontrada bastante machucada e com muita dor por ter sido agredida a socos, chutes e empurrões.

O homem, que estava embriagado, nervoso e alterado foi encaminhado com uso de algema para a (Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher).

A mulher foi socorrida até a UPA (unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Universitário, em seguida levada à Casa da Mulher Brasileira.