O CMO (Comando Militar do Oeste) vai investigar a morte do militar, identificado como André Luiz, 44 anos, durante atividade operacional de lançamento paraquedista em Porto Murtinho, cidade a 438 km de Campo Grande, na quinta-feira (19). A suspeita é de que André tenha passado mal durante o salto.

A atividade ocorria durante o Programa de Adestramento Avançado na Operação Pantanal. Segundo o CMO, informações sobre o ocorrido estão sendo levantadas e medidas administrativas já foram tomadas.

André era subtenente e servia 26º BIPQDT. Ele veio do para exercícios programados no âmbito da Operação Pantanal. Após o militar saltar e fazer contato com o solo, colegas notaram que ele não executou os procedimentos de praxe, o que chamou a atenção, os demais militares notaram que o colega teria passado mal e o socorreram para o Municipal, onde ele chegou sem vida, conforme o Notícias.

“O Comandante Militar do Oeste, em nome dos demais integrantes do CMO, solidariza-se com familiares e amigos, e expressa as mais sinceras condolências”, diz a nota. Leia-a na íntegra:

Participavam do treinamento diversos militares de MS, de Mato Grosso e também do Rio de Janeiro. A dinâmica e causas da morte também não foram divulgadas.

Os militares treinam no contexto da Operação Pantanal, que realiza exercícios do PAA (Programa de Adestramento Avançado) das Brigadas, Grandes Comandos e OMDS (Organizações Militares Diretamente Subordinadas). Uma demonstração no aeródromo também estava prevista para acontecer.