Um casal, de 57 e 58 anos, foi mantido em cárcere privado por cerca de 7 horas após ser vítima do falso frete, em Campo Grande, por bandidos que levaram o caminhão das vítimas. O casal foi mantido em uma casa até as 20 horas da noite de segunda-feira (20).

Uma das vítimas contou que havia vindo de Santa Catarina para fazer um frete e estava em Maracaju a procura de um novo frete para voltar para a cidade, quando recebeu uma ligação de um homem contratando seus serviços pedindo para que viesse até Campo Grande. 

O homem, então, marcou um encontro em um posto de combustível que fica no prolongamento da Avenida Gury Marques. Ao chegar ao local, o motorista foi abordado por um homem que começou a conversar com a vítima pedindo para que ela descesse do veículo.

Quando o homem desceu do caminhão para abrir a parte traseira, foi rendido e teve os olhos vendados. A esposa do caminhoneiro também foi rendida, e os dois colocados dentro de um carro. Os bandidos deram várias voltas com o casal para confundi-los, levando-os até uma casa, onde ficaram até por volta das 20 horas. 

Ainda segundo a vítima, o autor disse que iam usar o caminhão para transportar uma carga e depois o abandonariam. O casal foi libertado depois de 7 horas, na BR-163. O caminhão, segundo a vítima, teria sido deixado pelos bandidos em um posto, no Paraná.