Uma generalizada, ocorrida na madrugada desta segunda-feira (20) em um bar localizado no Centro de Campo Grande, terminou com seis pessoas na delegacia. Testemunhas informaram que dois foram disparados para o alto durante a confusão, além de socos e garrafadas entre os envolvidos.

Segundo apurado pelo Jornal Midiamax, a briga teria começado no interior do bar e se estendido para o estacionamento do local. Em determinado momento, um dos suspeitos teria ido até sua caminhonete Chevrolet S10 e pegado um revólver, efetuando dois disparos para o alto. Em seguida, ele saiu do bar e não foi mais visto.

Quatro envolvidos na briga, incluindo dois homens e duas mulheres, foram até a delegacia registrar boletim de ocorrência. Nesse momento, o suspeito apareceu junto a sua esposa. Ele foi interrogado e negou ter efetuado os disparos.

Equipes da Polícia Civil foram até o bar para verificar o ocorrido e foram informados pelo proprietário do local que o suspeito teria efetuado os disparos na frente de clientes e funcionários, confirmando a versão das testemunhas.

O suspeito se prontificou a ir até sua casa, junto a equipe do (Grupo de Operações e Investigações) para verificar a existência da suposta arma. Segundo consta no registro policial, o suspeito teria saído do bar em um carro e trocado de veículo para comparecer na delegacia, chegando em um Fiat Argo branco.

Ao chegarem à residência, a equipe do GOI encontrou o imóvel fechado e, após insistência, o filho do suspeito saiu e os policiais fizeram buscas na S10. Entretanto, eles teriam sido impedidos de revistar o VW Golf que também estava na garagem. A suposta arma de fogo não foi encontrada. O caso foi registrado como disparo de arma de fogo e lesão corporal.

Saiba Mais