O brasileiro de 28 anos, preso na tarde de segunda-feira (27), apontado como um dos envolvidos na morte do policial paraguaio Victor Hugo Paredes, confessou que matou o agente por vingança.

O criminoso revelou para à Nacional do Paraguai, em depoimento, que na semana passada, ele e o suboficial tiveram uma discussão em uma “casa particular”. Esta informação também foi confirmada pelo diretor de polícia, Ever Paris.

Além do brasileiro, também foram presos mais dois paraguaios. Os pistoleiros chegaram em uma moto na de Zanja Pytã, cidade que fica ao lado de Ponta Porã. Os disparos foram feitos pelo brasileiro.

O suboficial foi socorrido por outros agentes até o Hospital Viva Vida, em , mas morreu logo após ter dado entrada na unidade.

Saiba Mais