Apesar do policiamento reforçado na MS-384 e também na em Antônio João, cidade que fica na região sul do Estado, perto da fronteira com o Paraguai, o atirador misterioso voltou a atacar neste fim de semana. Funcionário de uma fazenda voltava do trabalho de moto e foi atingido no rosto.

Dessa vez a vítima dirigia no sentido Antônio João-Itamarati quando uma pessoa apareceu no meio da pista com uma lanterna e fez disparos contra o motociclista.

Uma das balas atingiu o rosto do funcionário, que conseguiu chegar a uma propriedade e pedir socorro. Ele foi levado para o da Vida em .

No dia 13 de outubro, segundo informações policiais, o homem atirou em diversos veículos em um trecho da MS-384, sentido Antônio João, na fronteira com o Paraguai.

Até agora, uma moto e também oito carros foram atingidos pelos disparos. A polícia trabalha com a hipótese de que o suspeito pelos crimes é o mesmo. Três pessoas que estavam nos veículos foram feridas por estilhaços provocados pelos tiros na lataria e nos vidros.

‘Maníaco' age em rodovia que dá acesso à fronteira com o Paraguai (Foto: Marcos Morandi, Midiamax)

Motoristas evitam trecho

De acordo com o secretário municipal de de Ponta Porã, Marcelino Nunes de Oliveira, os moradores da região estão apavorados e os condutores evitam transitar pelo local com medo do atirador desconhecido.

Após o ataque ao funcionário da Fazenda Santa Virgínia, moradores da região que costuma trafegar por essas duas rodovias espalham avisos de alerta pelas redes sociais.

Segundo informações, o ‘maníaco' se esconde na mata e utiliza uma lanterna para sinalizar sua presença antes de abrir fogo contra os veículos. A rodovia é conhecida pela densa mata, distante aproximadamente 10 quilômetros da zona urbana.