A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou um assentado em R$ 20 mil por plantio de lavoura em área protegida de reserva legal coletiva em assentamento na cidade de Guia Lopes da Laguna, cidade a 233 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a polícia, durante fiscalização ambiental em dois lotes rurais no assentamento rural Rio Feio no município de Guia Lopes da Laguna, margeando a rodovia MS 382, policiais ambientais autuaram o dono de um sítio por plantio de lavoura ilegalmente, degradando área protegida de Reserva Legal de seu lote e do vizinho, nesta segunda-feira (20).

Ainda segundo a polícia, o assentado, de 36 anos, que já havia sido autuado pela PMA em 2019 e 2020 por infrações ambientais, realizou a degradação pelo plantio agrícola de uma área de 2,6 hectares nos dois lotes, que o Instituto Nacional de Reforma Agrária (INCRA) cercou para a constituição da Reserva Legal coletiva do assentamento, que é protegida por lei. As atividades foram paralisadas e o infrator foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 20.000,00. ele também responderá por crime ambiental e, se condenado, poderá pegar pena de três meses a um ano de detenção.