A Polícia Civil apreendeu a arma, um revólver calibre .22, utilizada durante uma briga entre vizinhos no Bairro Pioneiros, em , no último dia 8 de abril.

A arma foi localizada por policiais da 5ª Delegacia. O autor foi identificado e indiciado por tentativa de homicídio qualificado e por posse ou porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. Na delegacia, o autor contou que comprou a arma no por R$ 1.250.

Disse ainda que a intenção não era acertar a e sim o pai dela que teria ido tomar satisfação, durante uma discussão de vizinhos.

A criança foi atingida no peito por um tiro. O menino foi encaminhado por familiares até a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Universitário e posteriormente transferido para a Santa Casa. Não há informações sobre o estado de saúde dele.

Briga de família com vizinhos teria acontecido antes da troca de (Foto: Fala Povo/ Jornal Midiamax)

O homem se apresentou nesta terça-feira (11) à polícia. Primeiro ele disse que havia jogado a arma em um rio, mas depois se apresentou junto com advogado e o revólver. Ele prestou depoimento dizendo que o pai do menino também estava armado.

A polícia vai investigar a informação. Além disso, o homem disse em depoimento que conhece a menina cega, com quem conversava, há anos, quando a mãe da criança atingida pelo tiro acusou ele de assédio contra a garota.

A criança atingida por um tiro está com a bala alojada no pulmão e segue internada. Tanto a criança quanto a mãe e a vizinha, serão ouvidos pela polícia nos próximos dias.

Em vídeo encaminhado ao Jornal Midiamax, de uma câmera de monitoramento, é possível ver o momento em que uma pessoa está gritando na rua e duas pessoas saem de uma casa e começa a troca de tiros

Uma delas entra em uma caminhonete e a outra retorna para dentro da residência, após trocar tiros com a pessoa que estava na rua. Ela ainda chega perto da caminhonete e atira pela janela dentro do veículo, que sai em disparada.