Ao procurar ajuda de acompanhamento psicológico em uma unidade de saúde, de , a 338 quilômetros de , um adolescente revelou durante a consulta que era estuprado por um homem, que oferecia e eletrônicos. Nesta terça-feira (28), o de 62 anos foi preso quando trabalhava em uma .

O adolescente contou que tudo começou em 2015, quando tinha 13 anos e saía da escola. Ele foi abordado pelo homem que o estuprou e em seguida lhe deu dinheiro. A vítima ainda disse que foi abusada por muitos anos pelo idoso. 

Em 2020, a vítima chegou a agredir o autor e a polícia chegou a ser chamada para o local. Na época, o autor foi preso e confessou o crime, mas conseguiu a liberdade para responder pelo crime.

Mas, nesta terça-feira (28), o idoso acabou preso em uma obra onde trabalhava como pedreiro, segundo o site RCN 67. 

Saiba Mais