Flávio Rodrigues da Silva foi condenado a sete anos de prisão pelo assassinato de Leonildo Matias de Oliveira, de 51, que estava na companhia da neta de 8 anos, no momento em que foi assassinado, no dia 18 de agosto de 2019. Ele estava em uma lanchonete com a neta, momento em que foi assassinado.

O julgamento aconteceu nesta quinta-feira (09), em . No crime também tiveram outros dois acusados sendo que, um deles foi absolvido e outro colocado em liberdade.

No dia do crime, dois homens chegaram em uma moto, sendo que Flávio era um deles. Flávio então, de acordo com a acusação, efetuou 15 contra a vítima. Flávio estava armado com uma pistola 9mm e conforme a polícia ele tirou o capacete e já começou a atirar, descarregando a arma. Aproximadamente 8 tiros atingiram Leonildo, que também estava armado com um revólver e chegou a revidar, mas não teria atingido os autores do crime.

A fugiu para a região de Ribas do Rio Pardo e a vítima foi socorrida e encaminhada para a de Campo Grande, mas não resistiu aos ferimentos. Na época, foi apontado que Leonildo foi executado por conta de uma rixa antiga, que envolveu o acusado. O filho de Leonildo foi preso no mesmo dia, após o crime. De acordo com a polícia, ele estava com uma arma para vingar a morte do pai.

Saiba Mais