Os sete traficantes mortos em um confronto com a polícia paraguaia, nessa terça-feira (28), na região conhecida como “Brites Cue”, Curuguaty, departamento de Canindeyú, a aproximadamente 60 quilômetros de Paranhos, seriam ligados ao ‘Clã Díaz’. Os membros do clã estariam ligados a vários assassinatos. 

A polícia faz buscas pelo clã rival que seria ligado a Márcio Ariel Sánchez, conhecido como ‘Acaguate’. O comissário Gilberto Fleitas disse, segundo o site ABC Color, que o grupo rival seria ‘grupo independente’. “Não é a primeira vez que esta operação é preparada. Eles tinham capacidade operacional para quando esse clã deixasse as montanhas”, disse o comissário.

Segundo o comissário, todos os integrantes da quadrilha de pistoleiros têm antecedentes criminais, entre eles, vários assassinatos e tráfico de drogas. As identidades dos mortos ainda não foram divulgadas. Vice-comissário Fredy Duarte, subchefe da Delegacia de Investigação de Canindeyú, disse ter informações de que eles podem estar ligados a outros crimes ocorridos em outras partes do território nacional.

Vice-comissário comentou que os traficantes viajavam em de dois veículos quando entraram em confronto com os policiais. Ele também afirmou que todos os mortos têm mandados de prisão por homicídio.