Traficante confessa que vendia mais de R$ 2,5 mil em ecstasy por festa em Campo Grande

Ele vendia a droga com preço até 7 vezes maior
| 10/06/2022
- 13:01
Traficante confessa que vendia mais de R$ 2,5 mil em ecstasy por festa em Campo Grande
Droga foi apreendida - Divulgação, Denar

Preso em flagrante na manhã de quinta-feira (9), rapaz de 26 anos confessou que vendia drogas sintéticas em festas de Campo Grande, como raves. A cada festa, o estudante de educação física chegava a faturar aproximadamente R$ 2,8 mil com o tráfico.

Segundo relatado pelo rapaz na Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), ele trabalha com massagem e depilação e nunca foi preso. Ele comprou a droga com um amigo, que também é traficante. Este, teria encaminhado para ele o código de rastreio, para acompanhar a chegada do entorpecente, pelos Correios.

O rapaz revelou que comprou cada comprimido de por R$ 10, revendendo por R$ 60 ou R$ 70. Desta vez, comprou 100 comprimidos por R$ 900 e faria aproximadamente R$ 5,6 mil. Ele ainda relatou que vende a droga em raves, conseguindo vender até 40 comprimidos em uma noite.

Ele foi preso em flagrante e teve a prisão convertida em preventiva nesta sexta-feira (10), em audiência de custódia.

Preso em casa

O foi flagrante na Vila Albuquerque, por tráfico de drogas. Ele era investigado por vender e distribuir droga sintética em festas de Campo Grande e foi flagrado ao receber o entorpecente por correspondência.

Conforme as informações da Denar, o rapaz era investigado pela distribuição de drogas em festas. Ele foi flagrado recebendo o entorpecente por encomenda. Ao todo, foram apreendidos 143 comprimidos de ecstasy, além de duas porções de haxixe e duas balanças de precisão.

Ele confessou o crime e disse ainda que dividiria a droga com um conhecido. Preso em flagrante no âmbito da Operação Balada, ele responderá por tráfico de drogas.

Veja também

Três policiais que estavam no veículo tiveram apenas ferimentos leves

Últimas notícias