Terapeuta morre após sofrer queimaduras em restaurante de Campo Grande

Ela pediu para garçom acender peça que mantém comida quente, quando houve uma explosão
| 11/04/2022
- 16:06
Terapeuta morre após sofrer queimaduras em restaurante de Campo Grande
(Foto: Reprodução/Rede Social)

A terapeuta ocupacional Marise Garcia Ferreira Lima, de 43 anos, morreu, nesta segunda-feira (11), um pouco mais de três semanas após sofrer queimaduras graves de 1º, 2° e 3° graus no rosto, pescoço e peito, em um restaurante em Campo Grande. Ela estava internada no Hospital da Unimed.

O ocorreu por volta das 15h30 do dia 19 de março, quando Marise e um amigos teriam ido ao estabelecimento. No local, ela realizou um pedido de um assado, quando a comida chegou ao local, a cliente teria alertado o garçom que o rechaud (peça de ferro que fica com fogo aceso para manter a comida quente) teria se apagado.

Em seguida, o funcionário colocou álcool em gel na estrutura, quando foi acender o fogo, houve a explosão. A cliente foi atingida no rosto, pescoço e peito. Já o garçom queimou as mãos.

Marise foi socorrida em estado grave pelo Corpo de Bombeiros e internada no Hospital da Unimed. No hospital, a cliente teria realizado uma no rosto.

A vítima teria tido uma melhora, mas contraiu uma infecção e voltou para UTI (Unidade de Terapia Intensiva). Ela teve uma piora e morreu na manhã de hoje, após infecção por bactéria.

Nota de pesar

O Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional – CREFITO-13, está enlutado pelo falecimento da Dra. Marise Garcia Ferreira Lima, que atuou como membro da Comissão de Desenvolvimento da Terapia Ocupacional e contribuiu diretamente com o crescimento da profissão no Estado.

Dra. Marise, tinha 43 anos, deixa uma filha.

O CREFITO-13, por meio desta nota, manifesta seu pesar imenso e registramos aqui nossas mais sinceras condolências a todos os familiares, amigos e colegas de profissão.

Veja também

Últimas notícias