A Polícia Federal e Receita Federal apreederam 25 toneladas de peróxido de hidrogênio que, segundo a polícia, seria utilizada para a produção de cocaína, em Corumbá. cidade a 427 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com a polícia, com objetivo de dificultar a produção de cocaína nas regiões de fronteira, PF e RFB realizaram outra grande apreensão de insumo químico utilizado na produção de cocaína, em Corumbá.

Na tarde desta segunda-feira (27), foi apreendida a quantidade de 25 toneladas de peróxido de hidrogênio, insumo químico controlado por registrar utilização ilícita na purificação da pasta base de cocaína, em processo conhecido como “oxidação”.

Considerando a proporção média de um litro para cada quilo de cocaína, e a concentração do insumo químico apreendido, estima-se que aproximadamente 25 toneladas de pasta base de cocaína poderia ser beneficiadas com o produto apreendido.