Faleceu na noite do último domingo (3) Edione Bersocana, de 43 anos, vítima de espancamento socorrida no Tiradentes no dia 6 de junho. Ela ficou internada por quase um mês em coma, em estado grave.

Conforme a Santa Casa, a vítima sofreu politrauma e passou por neurocirurgia por conta de um edema cerebral. Ela estava sob cuidados paliativos na enfermaria, mas sofreu parada cardiorrespiratória, falecendo às 21h07 de domingo.

Vítima de espancamento

Polícia Militar localizou a mulher, que é moradora de rua, e acionou o Corpo de Bombeiros. Duas unidades foram ao local, uma de resgate e a Ursa (Unidade de Resgate e Serviço Avançado), que conta com atendimento médico.

Ao Midiamax, o médico informou que a vítima tinha várias escoriações pelo corpo, ferimentos compatíveis com agressões. Ela não tinha fraturas aparentes e também não relatou o que aconteceu. A vítima foi encaminhada ao hospital e o caso registrado na delegacia.