Mulher é espancada até a morte e marido lava corpo para despistar a polícia em MS

Marido ainda chamou a polícia dizendo que Joana tinha chegado em casa machucada
| 08/06/2022
- 10:15
Mulher é espancada até a morte e marido lava corpo para despistar a polícia em MS

Joana Darc Martins da Silva, de 40 anos, foi assassinada pelo marido e teve o corpo lavado pelo companheiro para despistar a polícia. O crime aconteceu em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande. Vizinhos teriam ouvido gritos de socorro da vítima.

Joana foi espancada durante toda a terça-feira (7) e morreu na madrugada desta quarta-feira (8), ela também tinha um ferimento de  na perna. O marido da vítima chegou a chamar o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) por volta das 15 horas, dizendo que a esposa tinha chegado pedindo socorro, e que estava toda machucada.

O homem ainda disse que ajudou Joana com cobertas e água. Após a morte da esposa, o autor chamou a polícia relatando os fatos de que ela já teria chegado em casa machucada, mas vizinhos desmentiram dizendo que ouviram gritos de socorro da mulher. Uma testemunha  disse que ele a espancou durante o dia todo e a madrugada, a matando depois.

O homem ainda lavou o corpo de Joana para despistar a polícia. Ele acabou em flagrante e levado para a delegacia.

Veja também

Armado com um facão e de posse de um simulacro de arma de fogo, um...

Últimas notícias