Morto em troca de tiros com a PRF durante perseguição tinha 37 anos e estava foragido

Ele transportava 640 quilos de maconha na camionete
| 05/05/2022
- 16:21
Morto em troca de tiros com a PRF durante perseguição tinha 37 anos e estava foragido
Camionete estava carregada com droga (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

Sidney Campos de Oliveira, de 37 anos, morto após trocar tiros com agentes da PRF (Polícia Rodoviária Federal) na manhã desta quinta-feira (5) em Campo Grande estava foragido. Ele já tinha passagens criminais por roubo e tráfico de drogas e, inclusive, cumpria pena pelo segundo crime.

De acordo com a polícia, equipe da PRF recebeu informações do setor de inteligência para abordar a camionete S10, que seguia na BR-262. O veículo estaria nas proximidades do Indubrasil, carregado com droga, e foi abordado já na região do Aeroporto Internacional de Campo Grande.

Suspeito trocou tiros quando fugia com a droga
(Foto: Henrique Arakaki)

Foi dada ordem de parada, mas Sidney desobedeceu e iniciou em alta velocidade. Em acompanhamento tático, os agentes atiraram contra os pneus da camionete, após o suspeito avançar vários sinais vermelhos e colidir contra veículos que estavam na Avenida Lúdio Martins Coelho.

Mesmo após os disparos contra os pneus, o motorista continuou com a fuga. Depois, jogou o veículo em uma mata e fugiu a pé, ainda atirando contra os policiais, que revidaram os disparos. O suspeito acabou atingido e foi socorrido até a unidade de saúde mais próxima, mas não resistiu aos ferimentos.

Na caminhonete, foram apreendidos 640 quilos de maconha. Sidney tinha 37 anos e possuía várias passagens criminais, além de um mandado de em aberto.

Veja também

Local era monitorado pela polícia há várias semanas

Últimas notícias