Morto em confronto com a polícia após roubo e cárcere era adolescente de 16 anos

Outro envolvido também seria um adolescente
| 02/06/2022
- 13:00
Morto em confronto com a polícia após roubo e cárcere era adolescente de 16 anos
Suspeito morreu em confronto - Foto: Marcos Tenório

Foi identificado o jovem morto em confronto com o Batalhão de Choque na tarde de quarta-feira (1º), no Jardim Veraneio. Com 16 anos, ele já tinha sido apontado como autor de furto em uma igreja de Campo Grande, em 2021.

Conforme as primeiras informações, outro envolvido no roubo também é um adolescente. O caso é investigado pela Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento à Infância e Juventude) e a usada pelo jovem que faleceu foi apreendida.

Testemunha chamou a polícia

Os três assaltantes que invadiram a residência no Jardim Veraneio não perceberam a testemunha, um prestador de serviços que estava no local e conseguiu chamar a polícia. Segundo o delegado Giuliano Biaccio, da Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos), a testemunha trabalhava na residência quando os bandidos invadiram.

Os suspeitos aproveitaram um terreno baldio que fica aos fundos da casa para cometerem o roubo. Assim, eles violaram uma cerca, invadiram o terreno e pularam o muro nos fundos da residência. O prestador de serviços percebeu a invasão e acionou a Polícia Militar, se escondendo em seguida. Enquanto isso, os bandidos renderam as duas mulheres que estavam na casa.

De acordo com detalhes repassados pela Polícia Militar, os suspeitos chegaram a agredir as vítimas durante o assalto. Uma mulher foi agredida com soco na boca e também enforcada.

Morto em troca de tiros

Adolescente foi morto na troca de tiros
Suspeitos tentaram fugir correndo - Reprodução/Vídeo

As vítimas foram colocadas em um cômodo e os bandidos passaram a pegar pertences e joias. Momentos depois, as equipes do Batalhão de Choque e 9º Batalhão da Polícia Militar chegaram ao local, quando os suspeitos fugiram correndo pelos fundos da casa.

Câmeras de chegaram a filmar os suspeitos correndo. Um deles foi abordado pelos militares do Choque e teria entrado em confronto com os policiais, sendo atingido por tiro e morrendo após ser socorrido.

Já os outros dois fugiram e foi montado cerco na região. Perícia também foi até a casa e recolheu objetos que não seriam das vítimas, além de impressão digital que seria dos suspeitos. A arma usada pelo adolescente, um revólver, foi apreendida.

O caso de roubo com restrição de liberdade das vítimas é investigado pela Derf.

Veja também

Vítima arrumava petrechos de pescaria para ir embora, quando se desequilibrou

Últimas notícias