Fábio Aparecido da Silva de Oliveira, de 26 anos, assassinado a facadas no Cetremi (Centro de Triagem e Encaminhamento do Migrante e População de Rua), na noite de domingo (8), em Campo Grande, estava abrigado há quatro dias no local. 

Informações são de que Fábio estava do sistema penitenciário e havia se abrigado no local. O crime aconteceu após uma briga da vítima que tinha ingerido bebidas alcoólicas e passou a incomodar a todos no local, inclusive, os autores.

Quando estavam na fila da alimentação, um dos autores segurou Fábio e o comparsa o esfaqueou três vezes no abdômen. Foi acionado o e massagem cardíaca foi feita em Fábio, mas ele não resistiu e morreu. 

O Jornal Midiamax tentou contato com o , mas até o fechamento da matéria não conseguimos. O jornal está com espaço aberto para manifestações em relação ao caso.