Execução de ‘Pinguim’ com 11 tiros na cabeça teria sido encomendada por R$ 10 mil, dizem testemunhas

Willian tinha várias passagens e já tinha sido preso por roubo
| 10/06/2022
- 09:49
Execução de ‘Pinguim’ com 11 tiros na cabeça teria sido encomendada por R$ 10 mil, dizem testemunhas
(Henrique Arakaki, Midiamax)

A execução de Willian César dos Anjos, de 35 anos, teria sido encomendada por cerca de R$ 10 mil, segundo relato de testemunhas ao Jornal Midiamax. ‘Pinguim’ como era conhecido foi assassinado com 11 tiros na cabeça e dois tiros no tórax. Ele tinha várias passagens por roubo majorado e porte ilegal de arma. 

Testemunhas contaram que Willian seria traficante no Bairro Los Angeles e que havia saído do tráfico, mas tinha deixado dívidas. Ainda segundo as testemunhas, o atirador caminhava calmamente em direção a ‘Pinguim’ efetuando os disparos contra ele, e ainda dando 'tiros de confere'.

O atirador descarregou um pente e depois voltou a recarregar e disparar contra Willian, que morreu no local. 

willian - Execução de ‘Pinguim’ com 11 tiros na cabeça teria sido encomendada por R$ 10 mil, dizem testemunhas
Willian foi assassinado com 11 tiros na cabeça

Execução de ‘Pinguim’

A execução aconteceu depois da meia-noite, na Rua Escaramuça, quando Willian acabou sendo fechado pela dos atiradores que fizeram pelo menos seis disparos contra o da vítima.

Willian tentou fugir, mas acabou batendo com o carro em um poste. Neste momento, ele desceu e tentou correr a pé, mas foi perseguido e executado com 11 tiros na cabeça e dois no tórax, no meio da rua.

Após o crime, os autores subiram calmamente na motocicleta, mas como a moto não funcionava deram um tranco, fugindo em seguida. Um motorista de aplicativo teria presenciado a execução. Foram recolhidos pela perícia 15 estojos e quatro projéteis. Existem câmeras de segurança nos arredores. 

Passagens de Willian

As passagens de Willian começam em 2006, com roubo majorado em agosto. Nesa ocasião, ‘Pinguim’ estava com uma motocicleta, de cor vermelha, e fez diversos roubos a celulares na Avenida dos Cafezais. Já em junho de 2009, ele também foi apontado e acabou preso por outro arrastão de roubos de celulares, no Bairro Taveirópolis.

‘Pinguim’ também tem passagens por porte ilegal de arma de fogo em 2008. Ele foi executado depois da meia-noite quando ia para a inauguração de uma tabacaria. Ele tentou fugir, mas foi perseguido.

Veja também

Últimas notícias