Polícia

Ex-funcionária de restaurante de Campo Grande denuncia racismo e assédio sexual que sofria de gerente

Vítima procurou a polícia e pediu demissão do emprego

Karina Campos Publicado em 09/01/2022, às 11h28

Gerente teria ameaçado outros funcionários com demissão caso fosse denunciado.
Gerente teria ameaçado outros funcionários com demissão caso fosse denunciado. - (Foto: Ilustrariva)

Uma jovem de 23 anos procurou a polícia para denunciar racismo e assédio sexual que sofria do colega de trabalho e gerente de um restaurante de um shopping de Campo Grande. A vítima pediu demissão do emprego após cinco meses de trabalho.

Conforme o boletim de ocorrência, após um período no emprego, o gerente passou a xingá-la e a ofendê-la: “Que cabelo horroroso, vontade de cortar essas tranças”. Além de assediá-la constantemente e ofendendo na frente de outros colegas de trabalho, inclusive da mãe da vítima, que também trabalha no local.

Ainda segundo a vítima, o gerente teria ameaçado demitir outros funcionários que colaborassem com a polícia. O caso está sendo investigado.

Jornal Midiamax