Polícia

Dois são presos por negociação de armas e munições pelo WhatsApp em Campo Grande

Foi arbitrada fiança de R$ 3.300 para um dos presos

Thatiana Melo Publicado em 10/01/2022, às 09h33

None
(Ilustrativa)

Dois homens acabaram presos nesse domingo (9), em Campo Grande, depois da descoberta de negociação de armas e munições pelo WhatsApp. Foi arbitrada fiança de R$ 3.300 para um dos autores. 

A prisão aconteceu quando o motorista de caminhão havia acabado de comprar um revólver calibre .38 de um homem de 29 anos. A negociação, segundo o vendedor, foi feita pelo WhatsApp, onde foram encontradas várias conversas em que ele oferecida o revólver.

Segundo o motorista de caminhão, ele pagou pelo revólver o valor de R$ 650, e disse que comprou por gostar de armas. Já o vendedor revelou que achou o revólver em uma área rural e decidiu negociar a arma para ‘levantar’ um dinheiro. Foi descoberto pela polícia, ainda, a negociação de munições também pelo autor.

Os dois foram presos em flagrante. Para o motorista de caminhão, foi determinada a fiança de R$ 3.300. Ambos foram colocados em liberdade, mas com cumprimento de medidas cautelares. 

Jornal Midiamax