Catador de recicláveis que matou jardineiro no Noroeste é condenado a 9 anos de prisão

O crime aconteceu na noite de 6 de julho do ano passado, no Jardim Noroeste, em Campo Grande
| 24/06/2022
- 15:26
Catador de recicláveis que matou jardineiro no Noroeste é condenado a 9 anos de prisão
Entrada do Fórum de Campo Grande

O catador de materiais recicláveis Elinaldo Moura da Silva, de 44 anos, que assassinou o jardineiro Sérgio Otazu de Souza, 34, com golpes de , foi condenado, nesta sexta-feira (24), a 9 anos e 2 meses de reclusão em regime fechado. O crime aconteceu na noite de 6 de julho do ano passado, no Jardim Noroeste, em Campo Grande.

Durante a decisão, o Aluízio Pereira dos Santos, condenou o réu por homicídio simples acompanhando a tese comum da acusação e defesa, e acolheu a segunda tese da defesa do privilégio do domínio da violenta emoção.

Com isso, a pena ficou em 9 anos, 2 meses e 25 dias de reclusão em regime fechado.

O crime

No dia do crime, quando os policiais chegaram ao local, a vítima já estava sem vida. O crime aconteceu por volta das 22h30, na Rua Era Atômica, em julho de 2021. Testemunhas contaram que desde o período da tarde Sérgio estava discutindo com outras pessoas.

Já no período da noite ele acabou assassinado com golpes de faca que atingiram o tórax e a axila.

Veja também

Últimas notícias