Bandidos foram presos durante investigação a furto de R$ 50 mil em agência no Santa Fé

Eles usavam como base uma casa em Campo Grande
| 05/02/2022
- 15:38
Material usado pelos bandidos na tentativa de furto
Material usado pelos bandidos na tentativa de furto - (Divulgação)

A prisão dos dois homens, de 29 e 43 anos, em um banco de Jaraguari nesta madrugada (5) aconteceu durante as investigações do furto de R$ 50 mil, em uma agência de Campo Grande, localizada na Rua Antônio Maria Coelho, no Santa Fé. O caso aconteceu em 13 de janeiro.

Policiais do (Delegacia Especializada de e Repressão a Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros) investigavam a ação criminosa e apuraram que o grupo continuaria com os crimes. Assim, foi identificado que o alvo seria a agência bancária em Jaraguari.

Os dois homens foram presos em flagrante e um terceiro teria conseguido fugir, para uma área de mata. A princípio, ele seria o mandante do crime, especialista no furto de bancos em Joinville (SC).

Para cometerem o crime sem levantarem suspeita de vizinhos, os criminosos usaram mantas de isolamento acústico. O cofre acoplado ao terminal de autoatendimento foi cortado e, conforme relato dos suspeitos, eles acreditaram que encontrariam ali cerca de R$ 100 mil.

Um dos presos, de 43 anos, já tinha sido detido em operação da Polícia Federal. Ele contou que enquanto estava preso conheceu o ‘famoso’ ladrão de bancos, que ofereceu o serviço a ele, bancando as despesas de viagem até Campo Grande.

Na Capital, o grupo chegou a se hospedar em um hotel e depois permaneceu em uma residência, no Los Angeles, onde uma mulher de 26 anos foi presa. Ela era responsável por ‘cuidar’ dos bandidos e preparar comida para eles. A suspeita relatou que sabia do roubo e receberia R$ 5 mil dos criminosos.

O caso segue em e é tratado como furto qualificado com destruição ou rompimento de obstáculo, na forma tentada, além de promover, constituir, financiar ou integrar organização criminosa.

Veja também

Últimas notícias