Polícia

Advogada é detida tentando entregar roupa com drogas para detenta no Presídio Feminino

Entorpecente estava escondido na calça jeans

Renata Portela Publicado em 05/01/2022, às 15h35

Droga foi apreendida na calça jeans
Droga foi apreendida na calça jeans - (Divulgação)

Na manhã desta quinta-feira (5), advogada de 31 anos foi encaminhada para a delegacia, após ser flagrada tentando entregar uma calça jeans com drogas para a cliente no Presídio Feminino Irmã Irma Zorzi, em Campo Grande. Em novembro de 2021, um advogado foi detido na mesma situação, com 633 selos de LSD.

Por volta das 10h45, a advogada entregava pertences para a detenta, entre eles uma calça jeans. O agente penitenciário fez vistoria na roupa e encontrou em um dos bolsos dois “adesivos” de LSD. Com isso, a advogada foi encaminhada para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

O caso é tratado como tráfico de drogas qualificado.

Caso semelhante

O advogado foi preso em flagrante na manhã do dia 17 de novembro, com 633 papelotes da droga sintética K4. Ele tentou fugir correndo e teria agredido agentes penitenciários do Estabelecimento Penal Irmã Irma Zorzi.

Em interrogatório, o advogado alegou não saber da existência da droga na roupa. Os papelotes de K4 estavam escondidos no cós da calça jeans que o advogado entregaria a uma detenta. Não foi informado quem seria a interna do estabelecimento prisional que receberia o entorpecente e o advogado não quis dizer o motivo de ter corrido dos agentes.

Jornal Midiamax