Polícia

VÍDEO: Um dia após incêndio, fogo retorna em entulho retirado de tapeçaria no Centro

Funcionários tiram os materiais do estabelecimento

Renata Portela e Marcos Tenório Publicado em 24/11/2021, às 16h28

Bombeiros fazem rescaldo para controlar novos focos
Bombeiros fazem rescaldo para controlar novos focos - (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

Na tarde desta quarta-feira (24), quase 24 horas após o início do incêndio que destruiu uma tapeçaria no Centro de Campo Grande e resultou na morte do funcionário Lucas Correa Queiroz, de 21 anos, focos de incêndio retomaram no entulho que é retirado do local. A rua segue interditada, no cruzamento da Barão do Rio Branco com Allan Kardec, no Bairro Amambaí.

Segundo o sargento Farias, do Corpo de Bombeiros, é comum que focos de incêndio retomem durante a retirada do material de dentro da loja. Desde o início da manhã, quando já era feito trabalho de limpeza do local, funcionários perceberam que havia fumaça nos materiais deixados na calçada e parte da rua.

Os produtos são altamente inflamáveis e como não foram totalmente queimados, ainda acabam tendo novos focos de incêndio. Assim que perceberam novas chamas, os funcionários acionaram o Corpo de Bombeiros e equipe de combate a incêndio foi ao local para fazer o rescaldo, utilizando água.

Certificado de vistoria

De acordo com os bombeiros, a tapeçaria não tinha certificado de vistoria, por isso foi notificada e multada. O estabelecimento comercial tinha apenas uma porta para entrada e saída, o que impossibilitou a saída de Lucas, que correu para dentro da loja após o princípio do incêndio.

Foram utilizados mais de 60 mil litros de água, em mais de 6 horas de combate ao incêndio pelos bombeiros. O prejuízo estimado da tapeçaria é de cerca de R$ 2 milhões e a multa aplicada é de 200 Uferms, o que equivale a R$ 8.512.

O incêndio

O fogo na tapeçaria teve início por volta das 16h10 dessa terça (23), próximo à antiga rodoviária. Informações da comunicação do Corpo de Bombeiros indicam que uma brincadeira com tinta spray e um isqueiro deu início ao fogo. Lucas teria sido atingido pelo fogo e logo depois entrou para o interior do prédio com o corpo em chamas. Depois disto, ele não foi mais visto.

Amigos relataram que ele foi até o andar superior, onde há um mezanino, onde o corpo do jovem foi encontrado. Por causa deste incêndio de grandes proporções, muitos bombeiros que estavam de folga também foram ao local para ajudar.

Jornal Midiamax