Polícia

Fumaça densa dificulta combate a chamas e buscas por funcionário de tapeçaria continuam

Hotel que fica ao lado de prédio foi evacuado, no Centro de Campo Grande

Renata Portela e Fábio Oruê Publicado em 23/11/2021, às 18h06

Fumaça tóxica é intensa no local
Fumaça tóxica é intensa no local - (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

Equipes do Corpo de Bombeiros seguem em buscas pelo rapaz de 21 anos, funcionário da tapeçaria localizada no Bairro Amambaí, no cruzamento das ruas Barão do Rio Branco e Allan Kardec. A loja foi totalmente destruída pelo incêndio, que começou por volta das 16h15 desta terça-feira (22).

Uma equipe do Corpo de Bombeiros passava pelo local quando percebeu o incêndio e logo teve início o combate às chamas. Três viaturas de combate a incêndio, além de unidades de resgate e também um caminhão-pipa foram acionados.

Amigos do rapaz de 21 anos, que também trabalham no local, relataram que ele entrou na loja e pode ter seguido até o andar superior. A única porta de acesso fica no térreo e não se sabe se o jovem conseguiu sair pela janela dos fundos.

Além dos amigos, familiares do rapaz também estão no estabelecimento. No local funciona a tapeçaria, no térreo, e há apartamentos no andar de cima que são utilizados como depósitos da loja. O material é altamente inflamável e tóxico e a fumaça densa tomou conta da região, sendo vista de vários pontos no Centro de Campo Grande. 

Funcionário do hotel vizinho à tapeçaria conseguiu ver a fumaça pelas câmeras de monitoramento e o local foi evacuado. Aproximadamente 30 hóspedes estavam no local e não sofreram ferimentos nem precisaram de atendimento médico.

Assista a transmissão ao vivo do Jornal Midiamax desde o início do combate ao incêndio:

Jornal Midiamax