Polícia

VÍDEO: Imagens mostram movimentação em casa onde corpo de garoto foi achado em freezer

Imagens mostram a movimentação na casa em que o corpo do adolescente de 15 anos, José Eduardo Alves Gonçalves Rosa, foi encontrado dentro de um freezer, no bairro Vila Adelina, em Campo Grande, nesta segunda-feira (11). Pelas imagens é possível ver quando um rapaz sai da casa e coloca uma mochila na calçada, em seguida […]

Thatiana Melo Publicado em 12/01/2021, às 10h46 - Atualizado às 20h18

None
(Reprodução)

Imagens mostram a movimentação na casa em que o corpo do adolescente de 15 anos, José Eduardo Alves Gonçalves Rosa, foi encontrado dentro de um freezer, no bairro Vila Adelina, em Campo Grande, nesta segunda-feira (11).

Pelas imagens é possível ver quando um rapaz sai da casa e coloca uma mochila na calçada, em seguida entra novamente na residência e sai novamente com outra mochila. Minutos depois, um veículo de cor branca encosta e o jovem entra no veículo. As imagens são da manhã de domingo (10). O corpo do garoto foi achado na segunda (11), no início da noite por volta das 18h30.

Segundo o irmão da vítima um técnico de refrigeração, de 26 anos, no sábado (9) José havia chamado alguns colegas para ir até a casa de sua avó, que estava viajando. Lá, ele teria feito publicações em rede social em que aparecia um rapaz que ninguém da família conhecia. Já na segunda-feira (11), quando o garoto não apareceu para ajudar o irmão, ele foi até a casa da avó junto de um primo.

Como o portão estava trancado e ninguém atendia aos chamados, eles pularam o muro e viram sangue escorrendo do freezer. Ao abrirem o eletrodoméstico, encontraram o corpo do garoto só de cuecas, mas sem sinais de violência aparente. Ainda na casa, várias cadeiras foram encontradas em círculo, indicando que houve uma reunião no local.

Uma vizinha teria dito ao primo do adolescente, que durante a madrugada de segunda (11) ouviu vozes vindas da casa e quando acordou os vasos de plantas da sua residência estavam quebrados, como se alguém para fugir tivesse pulado o muro. No quintal foi encontrada uma mangueira e aparentemente alguém teria lavado o chão da casa. Um celular e um notebook foram apreendidos pela polícia para passar por perícia.

O caso foi registrado como morte a esclarecer e segue sob investigação.

Jornal Midiamax