Polícia

VÍDEO: Imagens revelam que namorado de Mariana também ficou sobre capô enquanto ela dirigia

Em liberdade desde a manhã desta segunda, jovem ainda responderá por feminicídio

Renata Portela e Danielle Errobidarte Publicado em 17/05/2021, às 15h35

Namorado de Mariana também subiu no capô do carro
Namorado de Mariana também subiu no capô do carro - (Reprodução, vídeo)

Imagens de câmeras de segurança de estabelecimentos localizados na Avenida Afonso Pena mostram o momento em que começa a ‘brincadeira’ entre o rapaz de 19 anos e Mariana Vitória Lima, de subirem no capô do carro da jovem. Os vídeos mostram que ele subiu primeiro no veículo enquanto Mariana dirigia, depois os dois trocaram. Mariana morreu após o acidente, na madrugada do sábado (15) e o namorado dela está em liberdade com uso de tornozeleira desde a manhã desta segunda. 

Conforme as filmagens obtidas pelo Jornal Midiamax, o namorado de Mariana dirigia o carro da jovem e em determinado momento ele estaciona na avenida. Então, ele desce e dentro do carro ela pula para o banco do motorista. Em seguida, o rapaz sobe no capô, quando a jovem começa a dirigir.

Os dois rodam por algum tempo e depois, na segunda filmagem já próximo ao local do acidente, é possível ver que Mariana é quem estava no capô do carro. O rapaz chega a atravessar no sinal vermelho, em direção à avenida onde ele acabou colidindo contra um poste, causando a morte da namorada.

Vai responder por feminicídio

A delegada Fernanda Piovano, da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher) esclareceu que mesmo considerando o que o rapaz chamou de uma ‘brincadeira’, com a namorada, ele responderá por feminicídio. O crime trada do homicídio qualificado quando cometido pela condição de mulher ou envolvendo violência doméstica ou familiar.

O entendimento da Polícia Civil, no caso, é a de que o jovem assumiu o risco, sabendo da possibilidade do acidente. Ele teria assumido o risco ao dirigir com a vítima em cima do capô e também ao infringir lei de trânsito, atravessando no sinal fechado a avenida. Também foi descartada a situação de uma briga entre o casal.

Inicialmente, a versão contada e até o momento não esclarecida de onde teria partido era a de que a jovem teria subido no capô para impedir que o rapaz dirigisse bêbado, após uma discussão. Os vídeos acabam excluindo a versão, mostrando que o casal realmente subiu no capô do carro com outra intenção.

São analisadas imagens de várias câmeras de segurança no decorrer do trajeto que o casal percorreu antes do acidente. Preso em flagrante no início da manhã de sábado (15), o namorado de Marina passou por audiência de custódia e teve liberdade provisória concedida, com uso de tornozeleira eletrônica para monitoramento.

Jornal Midiamax