Polícia

Testemunha diz que ouviu rapaz implorando para não morrer antes de levar facadas

Suposto autor foi identificado

Renata Portela e Ranziel Oliveira Publicado em 03/09/2021, às 15h53

Vítima foi morta a facadas no terreno de uma casa
Vítima foi morta a facadas no terreno de uma casa - (Foto: Leonardo de França, Midiamax)

Uma testemunha, de 18 anos, contou que ouviu o rapaz morto a facadas no início da tarde desta sexta-feira (3) implorando para não ser assassinado. O crime aconteceu no terreno de uma casa, no cruzamento das ruas Abadia Mafalda Pereira e Maria Fontoura Borges, no Jardim Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

Segundo a testemunha, o rapaz teria chamado o autor pelo nome, dizendo “Não me mata não, eu vou te pagar, eu vou te pagar, fica de boa que eu vou te pagar”. Em seguida, o autor do crime teria dado a facada que matou a vítima, ainda não identificada.

O delegado Nilson Friedrich, da 4ª Delegacia de Polícia Civil, esteve no local e relatou que há um possível suspeito de ter cometido o crime. O nome não foi informado, para não atrapalhar as investigações. Ainda conforme o delegado, a vítima foi atingida por duas facadas.

Os golpes atingiram a vítima na mão, numa tentativa de defesa, e na altura do ombro, o que teria sido o golpe fatal. Informações iniciais são de que a vítima teria invadido uma casa na região, fugido do autor do crime e tentado se abrigar na residência onde acabou sendo assassinada.

Jornal Midiamax