Nas mensagens, o suspeito ainda dizia informações pessoais da vítima e dos familiares, como local de trabalho e carro que usavam. O caso foi registrado como extorsão e é investigado.

Saiba Mais