Polícia

Suspeito de matar ex-presidiário em Dourados se entrega à polícia e é liberado

Vítima foi encontrada em um ferro velho com tiro nas costas

Danielle Errobidarte Publicado em 29/04/2021, às 14h37

Mauri Ramão foi encontrado morto em um imóvel fechado.
Mauri Ramão foi encontrado morto em um imóvel fechado. - (Foto: Reprodução/ Dourados News)

Se apresentou à Polícia Civil no início da tarde desta quinta-feira (29) o suspeito de matar o ex-presidiário Mauri Ramão Nunes Paim, de 41 anos, no dia 24 deste mês. Acompanhado de seu advogado, o homem foi ouvido e responderá ao inquérito por homicídio em liberdade.

Conforme o site local Dourados News, ele prestou depoimento ao delegado Erasmo Bruno de Mello Cubas, do SIG (Setor de Investigações Gerais) da 1ª Delegacia de Polícia de Dourados.

Mauri foi encontrado morto com tiro nas costas, por volta das 2h da madrugada do domingo (25), em imóvel na Rua Joana Matos Rocha, localizado no Jardim Novo Horizonte.

Conforme o boletim de ocorrência, a vítima tinha uma perfuração na lateral das costas. Testemunhas relataram que os fatos teriam ocorrido por volta das 22 horas de sábado. O crime foi cometido próximo a um tipo de ferro velho, local que segundo vizinhos é constantemente frequentado por usuários.

O imóvel estava fechado, mas alguns detalhes chamaram a atenção dos policiais, como uma marca de pneus deixando o local, aparentemente recente, luzes acesas, portas fechadas pelo lado de fora e uma bomba com erva de tereré usada deixada no chão.

Jornal Midiamax

☰ Últimas Notícias