Polícia

Suposto policial pede R$ 7,4 mil para não denunciar ‘nudes’ enviados à adolescente

Um homem de 43 anos fez um boletim de ocorrência contra um suposto policial civil por extorsão nesta terça-feira (18) em Campo Grande. A vítima relata que recebeu uma mensagem de DDD 57, na qual o autor dizia ser um policial. O suposto policial disse que o homem de 43 anos havia enviado fotos íntimas […]

Diego Alves Publicado em 20/01/2021, às 00h01 - Atualizado às 00h12

Foto ilustrativa
Foto ilustrativa - Foto ilustrativa

Um homem de 43 anos fez um boletim de ocorrência contra um suposto policial civil por extorsão nesta terça-feira (18) em Campo Grande. A vítima relata que recebeu uma mensagem de DDD 57, na qual o autor dizia ser um policial.

O suposto policial disse que o homem de 43 anos havia enviado fotos íntimas a uma menor de idade. O autor pediu para que conversasse com ele, caso contrário, registraria uma ocorrência por pedofilia virtual.

Em seguida, enviou dois prints de conversas no WhatsApp, onde, em um print havia uma foto íntima sem identificação, e no outro print, uma foto de rosto do homem de 43 anos.

O homem que procurou a delegacia disse que a foto de seu rosto estava em seu aparelho celular antigo que queimou  no último dia 17. O suposto policial então solicitou que fosse feito um pagamento no valor de R$ 1,4 mil até às 14h30 desta terça, alegando que seria para gastos hospitalares da jovem.

O suposto policial também teria pedido mais R$ 6 mil para não registrar o boletim de ocorrência. O homem de 43 anos nega que a foto íntima enviada seja sua, e que não trocou fotos com nenhuma pessoa. O caso foi registrado como extorsão na Depac Centro.

Jornal Midiamax