Polícia

Suposto policial atira contra rapaz e aponta arma para mãe dele em Campo Grande

Mulher disse na delegacia que o filho ainda foi perseguido pelo autor

Thatiana Melo Publicado em 30/09/2021, às 10h06

None
(Arquivo)

Uma mulher, de 46 anos, procurou a polícia, nesta quarta-feira (29), após ter uma arma apontada para a sua cabeça e o filho, de 24 anos, ser vítima de disparos feitos por um suposto policial, que foi até a sua casa no dia 25 deste mês.

Ela contou na delegacia que, no dia 25 por volta das 9 horas da manhã, um homem foi até a casa de sua mãe perguntando por ela, sendo ele informado que a mulher havia se mudado para a residência ao lado. Quando atendeu a porta, o homem se apresentou como policial civil e questionou o paradeiro de seu filho.

Inicialmente, ela disse que o rapaz havia passado por uma cirurgia e que não poderia atender, mas minutos depois o jovem apareceu em uma motocicleta e, neste momento, o suposto policial passou a atirar contra o homem não acertando nenhum tiro. 

O rapaz fugiu pulando muros e o suposto policial apontou a arma para a cabeça da mulher dizendo que ela estava protegendo bandido. Na delegacia, ela contou que o filho havia rompido a tornozeleira eletrônica, mas que iria se apresentar com seu advogado. Ele tem várias passagens pela polícia. 

Jornal Midiamax