Polícia

Rapaz é atingido por tiro e acusa PM que estaria fazendo bico em boate de Campo Grande

Policial seria o mesmo envolvido em briga de trânsito com agente penitenciário

Renata Volpe e Thatiana Melo Publicado em 12/09/2021, às 10h48

None

Rapaz de 19 anos foi atingido por um tiro na mão enquanto estava em uma boate, em Campo Grande, na madrugada deste domingo (12) e acusa um policial militar que estava fazendo bico no local, como o autor dos disparos. O PM envolvido no caso é o mesmo que se envolveu em uma briga de trânsito em julho deste ano, quando o carro que conduzia foi atingido por disparos de arma de fogo de um agente penitenciário federal.

Segundo informações que o Jornal Midiamax teve acesso, o jovem estava com amigos na boate quando foi atingido por tiro na mão. Os disparos atingiram um carro Chevrolet Astra que estava no local. 

Policiais que faziam patrulhamento na Avenida Ceará esquina com a Rua Tapajós, foram parados pela vítima e por seus amigos que pediam socorro. O jovem foi encaminhado para UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Coronel Antonino. O autor dos disparos teria sido mostrado aos policiais pelos amigos. 

Os policiais esperaram os clientes saírem da boate para conversar com o segurança que foi identificado como policial lotado em Batalhão da Capital. Com ele, estava uma pistola oxidada com um carregador e 17 munições intactas. 

Ainda conforme as informações obtidas pela reportagem, as testemunhas da vítima disseram que o autor estava com uma pistola inoxidada e as cápsulas foram recolhidas por pessoas vestidas com roupas pretas. O carro citado estava com marca de três tiros na porta e com respingos de sangue no banco, porta dianteira direita e na rua. Fragmentos do projétil estavam no banco do carro também. 

Os envolvidos, o carro e a arma foram encaminhados para Depac (Delegacia de Pronto Atendimento). A vítima esteve na delegacia com a mãe, mas foi embora para procurar atendimento médico. 

Jornal Midiamax