Polícia

Preso por se esfregar em mulher em catraca de ônibus disse que ‘esbarrou’ ao pegar celular

Repositor de mercadoria ganhou a liberdade com tornozeleira eletrônica

Thatiana Melo Publicado em 22/10/2021, às 06h56

None
(Ilustrativa)

O repositor de mercadoria, de 46 anos, preso após se esfregar em uma dona de casa, de 41 anos, no terminal Aero Rancho, em Campo Grande, negou o crime em audiência de custódia nessa quinta-feira (21). Ele acabou ganhando a liberdade.

Ele foi preso por agentes da guarda municipal por volta das 5 horas de quarta-feira (20), após o motorista do ônibus trancar as portas e não deixar o autor sair. A mulher contou que estava na catraca do ônibus quando o repositor se aproximou e passou a se esfregar nela.

Quando chegou perto do terminal, o homem se aproximou novamente e a agarrou por trás. A vítima começou a chorar e ele se afastou, momento em que ela foi até o motorista e contou o que havia ocorrido. Ele acabou preso e encaminhado para a delegacia.

Em depoimento, ele negou o crime e relatou que não conhece a vítima, mas que já a viu outras vezes no mesmo ônibus. O homem disse que o coletivo encheu e que quando foi pegar seu celular no bolso acabou esbarrando nela. 

Ele negou que tenha a agarrado por trás. O homem ganhou a liberdade em audiência de custódia dessa quinta (21), com tornozeleira eletrônica e com afastamento da vítima. 

Jornal Midiamax