Polícia

Preso por chutar grávida e tentar estuprar garota de 16 anos pega 10 anos de cadeia

Preso em Sidrolândia a 70 quilômetros de Campo Grande, depois de agredir a ex-mulher que estava grávida de 6 meses e tentar estuprar uma adolescente de 16 anos, em junho de 2020, foi condenado há 10 anos de prisão, além de indenização as vítimas. A condenação assim como o pagamento de multas as vítimas -uma […]

Thatiana Melo Publicado em 19/01/2021, às 10h48

(Ilustrativa)
(Ilustrativa) - (Ilustrativa)

Preso em Sidrolândia a 70 quilômetros de Campo Grande, depois de agredir a ex-mulher que estava grávida de 6 meses e tentar estuprar uma adolescente de 16 anos, em junho de 2020, foi condenado há 10 anos de prisão, além de indenização as vítimas.

A condenação assim como o pagamento de multas as vítimas -uma forma de indenização -foi publicada nesta terça-feira (19), no Diário da Justiça de Mato Grosso do Sul. Na decisão a uma das vítimas, o homem deverá pagar uma multa de R$ 1.100, já a outra mulher deverá pagar o valor de R$ 3 mil.

Ele foi condenado a 7 anos e 6 meses de reclusão e 3 anos e 2 meses de detenção. Os crimes aconteceram no dia 17 de junho de 2020, quando o autor invadiu a casa da ex-mulher de quem estava separado há 1 mês. Ele desferiu xingamentos contra ela, além de a agredir com chutes na barriga.

Após o fato, ele saiu em seu carro Chevrolet Corsa, sendo que no cruzamento da rua Cesar Neto de Menezes, a garota foi abordada por ele que a teria “convidado” para entrar em seu carro; mas a vítima se recusou, momento em que o autor parou o carro e se aproximou dela, tentando coloca-la a força no interior do veículo.

A vítima conseguiu se desvencilhar e tentou correr, sendo alcançada pelo denunciado, que conseguiu joga-la ao chão, quando entraram em luta corporal e a vítima foi golpeada com vários socos na cabeça; logo após ela conseguiu correr novamente até a casa de sua prima.

A prima relatou a polícia que, momentos antes também estava caminhando na rua quando foi abordada pelo denunciado, que a “convidou” para entrar em seu veículo; e quando recusou, o autor estacionou o veículo, saiu do carro e abaixou as calças, mostrando a ela o órgão genital. Ele acabou preso pela PM depois de tentar fugir pelas ruas da cidade.

Jornal Midiamax