Polícia

Polícia prende um por pesca e transporte de pescado ilegal

Foi abordado em um veículo Chevrolet D 20, onde foram encontrados 60 kg de pescado

Diego Alves Publicado em 09/09/2021, às 23h42

Divulgação, PMA
Divulgação, PMA

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Bataguassu e Três Lagoas prenderam e autuam paranaense em R$ 2 mil por pesca e transporte de pescado ilegal e apreendem veículo e 60 kg de pescado.

Policiais ambientais que trabalham na operação Hot Point de prevenção e repressão à pesca predatória, realizavam fiscalização à tarde na rodovia BR 267, no km 12, na região do Posto Fiscal de Nova Porto XV, a 20 km da cidade de Bataguassu e autuaram e prenderam um pescador por crime ambiental de pesca e transporte de produto da pesca predatória.

O infrator de 51 anos, residente em Cambará (PR), foi abordado em um veículo Chevrolet D 20, onde foram encontrados 60 kg de pescado. Ele apresentou notas fiscais de pescado que teria sido adquirido em uma peixaria, porém, ao ser questionado se havia mais algum pescado no veículo, o homem acabou revelando que havia outros peixes, que afirmou ter capturado em um rio no estado de Mato Grosso.

Na vistoria dos peixes, os Policiais constataram que, além da quantidade de pescado extrapolar o permitido para o pescador amador (um exemplar de peixe nativo, mais cinco exemplares de piranha), havia vários espécimes com medidas inferiores às permitidas pelas normas para captura e transporte. O veículo e o pescado foram apreendidos.

O infrator recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia de Bataguassu, juntamente com o material apreendido, onde ele foi autuado por crime ambiental, com pena prevista de um a três anos de detenção. O pescador foi autuado administrativamente em R$ 2 mil pelas equipes da Polícia Militar Ambiental.

Jornal Midiamax