A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou 116 infratores e aplicou 33 milhões em multas e realizou orientação em 722 propriedades, com 32 mil km rodados em prevenção aos incêndios na operação “Prolepse”.

De acordo com a PMA, após seis meses da deflagração da operação “Prolepse” de prevenção aos incêndios em Mato Grosso do Sul, com foco especial na região do Pantanal, tão prejudicada pelos incêndios nos últimos anos. Todas as 26 subunidades do batalhão, que conta com 335 Policiais estão atuando na operação, que tem foco principal na informação e na educação, porém, infelizmente, em grande parte há a necessidade de repressão.

Ainda segundo a PMA, até o momento, 722 propriedades rurais foram visitadas e funcionários e proprietários receberam informações verbais, bem como por meio de “folders”, sendo percorridos um total de 32 mil km de estradas e rios. Até o quinto mês tinham sido 640 propriedades orientadas e percorridos um total de 28 mil km de estradas e rios.

Em cada propriedade em que as pessoas são orientadas, há o preenchimento de um questionário contendo algumas questões e o fortalecimento do compromisso daquelas pessoas, em prevenir e não fazer uso do fogo.