Polícia

PM preso antes da formatura é denunciado por desobediência e vias de fato

Na tarde desta quinta-feira (4), foi oferecida denúncia contra o cadete da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul) Mc Arthur Soares de Oliveira Franco. O militar foi preso após se envolver em briga com outros cadetes no dia da formatura, 26 de fevereiro, na Academia da PMMS. A denúncia do MPMS (Ministério Público […]

Renata Portela Publicado em 04/03/2021, às 15h39

Imagem ilustrativa | PMMS
Imagem ilustrativa | PMMS - Imagem ilustrativa | PMMS

Na tarde desta quinta-feira (4), foi oferecida denúncia contra o cadete da PMMS (Polícia Militar de Mato Grosso do Sul) Mc Arthur Soares de Oliveira Franco. O militar foi preso após se envolver em briga com outros cadetes no dia da formatura, 26 de fevereiro, na Academia da PMMS.

A denúncia do MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) aponta que o cadete desobedeceu ordem legal de autoridade militar, além de entrar em vias de fato com outros alunos oficiais. Por isso, foi denunciado nos dois crimes. Além desse processo, o cadete já é réu por desacato, crime cometido durante instrução em janeiro deste ano.

Conforme apurado pelo Midiamax junto à PMMS, é aguardado resultado dos procedimentos instaurados, para definir se haverá expulsão do militar ou se ele ainda pode chegar a se formar.

Relembre o caso

Conforme o auto de prisão em flagrante, os cadetes se preparavam para o desfile por volta das 16 horas, quando ocorreu a discussão entre Franco e outro cadete. Houve agressão e Franco teria atingido o outro militar com um soco, sendo contido por outros cadetes que estavam no local, algemado e encaminhado para a Corregedoria.

Segundo a capitã responsável pela prisão, ela estava na academia da PMMS como comandante do pelotão de cadetes, quando foi procurada por Franco. Ele questionou sobre qual seria a posição dele no desfile e foi orientado a ficar em penúltimo na fila, na frente de outra cadete. No entanto, ele questionou se não deveria ficar em último.

Momentos depois, a capitã percebeu uma movimentação no mezanino e ao subir viu o cadete Mc Arthur agredindo outro cadete. Os militares tentavam conter a briga e o PM gritava ‘me solta’ e também chamava pelo pai. O PM que foi agredido com um soco deu a voz de prisão e, como estava agitado, o militar foi algemado e levado por equipe do Batalhão de Choque até a Corregedoria.

Jornal Midiamax